Segurança Digital – 3ª edição setembro 2011

Revista Segurança Digital - 2ª Edição - Setembro 2011
Revista Segurança Digital - 2ª Edição - Setembro 2011

Lançar uma revista de Segurança da Informação traz sempre um grande risco de cair no comum e não conseguir brilhar diante da ampla quantidade e qualidade de publicações disponíveis na mídia convencional ou independente. E é com essa visão que no final de setembro estamos publicando nossa segunda edição recheada de matérias que abordam desde aspectos técnicos até a definição de estratégias de segurança corporativa.

-Baixe a revista agora-

A matéria de capa trata da Cyberguerra e reflete um cenário amplamente divulgado pela mídia, mesmo que nem sempre de forma justa. Quantas vezes confundimos hackers com crackers? Quantas vezes deixamos de nos preocupar com seus motivadores, com suas ambições e suas falhas? Muitas organizações simplesmente adotam uma postura neutra acreditando “que este problema não é meu” até que descobrem tarde demais que eram uma peça de um jogo onde muitas vezes as regras são tão confusas quanto injustas.

O registro dos usuários e o armazenamento de logs joga luz sobre aspectos legais de mitos como o anonimato na internet, que muitas vezes é o mantra de um lobby de empresas que não estão dispostas a abrir mão de seus lucros para investir em uma estrutura que pode apoiar a rápida solução de crimes digitais.

Nossa sessão de dicas traz o uso de uma ferramenta de criptografia extremamente maleável, poderosa e gratuita, o TrueCrypt, que permite a criação de drives ou partições seguras e uso transparente de criptografica. Continuamos discutindo e explicando questões bastante similares às provas do CISSP da ISC², uma das certificações de segurança mais desejadas e respeitadas a nível internacional.

Por fim, apresentamos uma abordagem realista para apoiar a árdua (e muitas vezes ingrata), mas extremamente importante tarefa da criação e manutenção de uma Política de Segurança da Informação, um excelente ativo estratégico que impulsiona a criação de uma cultura de proteção aos dados corporativos.

Tudo isso e muito mais foi feito pensando em você, caro leitor, que agora é convidado não só como mero coadjuvante, mas como peça principal em nosso cheque mate. Queremos a sua opinião, a sua dúvida, a sua participação, a sua crítica. Mais que tudo, queremos fazer bom uso do seu tempo divulgando e expandindo o corpo de conhecimento comum sobre assuntos sempre presentes no contexto profissional, que com uma frequência cada vez maior transcendem para nossas vidas pessoais.

Hinc robur et securitas

Comentários

Comentários