15 dicas essenciais para aprovação nos exames da ISACA – CISA, CISM, CRISC e CGEIT

As certificações da ISACA certamente estão dentre as mais almejadas por especialistas e demandadas pelo mercado. Isso tem motivos simples:  O nível de experiência teórica/pratica, esforço e comprometimento requerido para ter sucesso nos exames é extremamente elevado.

Esse alto nível de exigências, que torna as siglas CISA, CRISC, CISM E CGEIT tão estimadas, também desmotiva parte dos profissionais. Afinal, pode ser um pouco frustrante gastar aproximadamente USD 600,00, se dedicar por semanas a fio e reprovar em um exame que só pode ser refeito meses depois (e com o mesmo investimento financeiro!).

Foi exatamente com o objetivo facilitar a vida de colegas e alunos que iam prestar o exame CISA, que em 2011 escrevi um artigo onde apresentava uma série de dicas e minha visão pessoal sobre como abordar essa pequena prova de 200 questões e 4 horas de duração. Ano passado atualizei para a versão 2.0, já incluindo a minha vivencia como instrutor de algumas turmas oficiais do curso preparatório.

Pela quantidade quase constante de leituras, estimo ter ajudado várias pessoas e, agora em 2015, quando já estava considerando um upgrade do post para a versão 3.0, veio a grata surpresa: isso não vai mais ser necessário!

Ontem descobri que os colegas da DARYUS consolidaram as minhas dicas em uma apresentação com um formato visual muito bacana com o ousado título de “15 dicas essenciais para aprovação nos exames da ISACA” e estou disponibilizando o material para leitura/download na minha conta do slideshare:

Um ponto importante: As dicas foram adequadas para todos os principais exames da ISACA, incluindo CISA, CISM, CRISC e CGEIT, afinal a diferença entre os exames é “apenas” o conteúdo.

Se você preferir a versão mais detalhada, leia o artigo original aqui: CISA: Dicas de última hora para o exame de certificação – V 2.0!

Para quem realmente for fazer a prova, fica aqui o meu sincero desejo de boa sorte! Esse ano estarei presente no RJ para fazer o CISM.

Comentários

Comentários